Notícias Gerais RTP

Página 19 de 20 Anterior  1 ... 11 ... 18, 19, 20  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Dom 7 Set 2014 - 22:13

CM escreveu:Decisão do futuro modelo da RTP para breve

Nomeação de conselho que definirá futuro da RTP previsto para os próximo dias

O Conselho Geral Independente que irá, nomeadamente, definir o modelo futuro para a RTP nos arquipélagos dos Açores e da Madeira vai ser nomeado nos próximos dias, disse hoje o ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Poiares Maduro.

"Vamos ter a nomeação formal, a tomada de posse dos membros do Conselho Geral Independente nos próximos dias", disse à Lusa Poiares Maduro, remetendo para depois da nomeação as decisões em relação serviço público da RTP nos arquipélagos dos Açores e da Madeira.

O ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, que tutela a comunicação social, reagia assim, quando questionado, ao pedido do Governo dos Açores que pediu a Poiares Maduro para ser informado sobre a "calendarização" do processo do serviço público de rádio e televisão no arquipélago.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Ter 9 Set 2014 - 21:36

CM escreveu:RTP sem dinheiro para novos canais

Falta de financiamento trava lançamento de mais quatro estações

O novo contrato de concessão da RTP prevê que o grupo público possa criar mais quatro canais temáticos. Contudo, segundo apurou o CM, estes projetos estão parados devido a questões financeiras. Ou seja, a RTP não tem verbas para afetar ao desenvolvimento das novas estações.

O documento, assinado pela empresa e pelo Governo este ano, adianta que a RTP "desenvolverá os estudos necessários ao lançamento" de quatro canais: um dirigido ao público infantil e juvenil, outro com o objetivo de "promover o acesso às diferentes áreas do conhecimento", um "destinado à divulgação da música de expressão portuguesa" e, por fim, "um serviço de programas destinado à divulgação das instituições, temas e produções da sociedade civil". Contudo, estas estações só podem avançar se os custos destes canais estiverem "contidos no quadro geral de financiamento estipulado" no mesmo contrato de concessão e "após autorização expressa do Estado".

Tal como o CM noticiou recentemente, a empresa liderada por Alberto da Ponte contratou a consultora espanhola HOMT para tentar obter um financiamento (através da criação de um fundo ou por empréstimo bancário de instituições internacionais) de 100 milhões de euros. Um montante que, em parte, será utilizado para pôr em marcha o plano de rescisões amigáveis, que se encontra parado por falta de fundos, para fazer face às indemnizações. Por este contrato, a RTP irá pagar mais de 92 mil euros à HOMT.

Contactada, a RTP não quis comentar.


Última edição por Jnpc em Qua 10 Set 2014 - 7:15, editado 1 vez(es)

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Paulo Andrade em Qua 10 Set 2014 - 2:48

Que não tenha dinheiro que não fazem cá falta nenhuma!

Se procurassem dar dignidade aos que já possuem seria de grande valor! #Ficaadica

Paulo Andrade
Membro

Mensagens : 8318
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 33
Localização : Ovar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Matorazzi em Qua 10 Set 2014 - 2:58

Paulo Andrade escreveu:Que não tenha dinheiro que não fazem cá falta nenhuma!

Se procurassem dar dignidade aos que já possuem seria de grande valor! #Ficaadica
Nem mais!

Matorazzi
Membro

Mensagens : 1674
Data de inscrição : 08/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Sex 12 Set 2014 - 15:30

Zapping escreveu:RTP tenta ‘roubar’ talent show à SIC

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Depois da SIC ter ‘roubado’ o “Portugal tem Talento” à RTP, a estação pública volta a mostrar interesse no formato e pretende adquiri-lo para 2015.

«A RTP está a pensar voltar a adaptar o formato e fazê-lo no inicio de 2015», revelam várias fontes da RTP à Noticias TV.

O formato chegou pela primeira vez a Portugal pela mão da RTP1 com o nome de “Aqui Há Talento” e com a apresentação de Sílvia Alberto.

Em 2011, a SIC adquiriu o formato à FremantleMedia com Bárbara Guimarães no comando

«Sim, estamos a ponderar essa possibilidade, mas ainda não está nada definido», afirma Hugo Andrade, diretor de programas da RTP à revista do Diário de Noticias.

A intenção é apostar no formato para substituir o “The Voice Kids”, que estreia da 28 de setembro.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por LFTV em Sex 12 Set 2014 - 20:25

A SIC fez mal em não ter voltado a apostar no programa. É normal que a RTP aproveite.
avatar
LFTV
Membro

Mensagens : 2642
Data de inscrição : 18/10/2011

http://blogreal.forumpratodos.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Qui 25 Set 2014 - 22:57

DN escreveu:Luís Marinho: "Medir audiências só nos lares já não é suficiente"

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O diretor de conteúdos da RTP, Luís Marinho, afirmou que medir as audiências de TV apenas nos lares é insuficiente, já que o consumo através de outras plataformas e fora de casa é uma tendência.

Luís Marinho falava na conferência Media do Futuro, organizada pela APDC - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, que decorreu em Lisboa. "As audiências são medidas por quem vê em casa, mas as pessoas estão a ver fora", disse o responsável, que falava no painel Media: A Visão da Televisão do Futuro.

O diretor de conteúdos da RTP apontou ainda que a Nielsen, empresa oficial de medição de audiências nos Estados Unidos, está a fazer um trabalho na área das audiências para saber o real impacto dos produtos de televisão. "É importante que se comece a mudar" a forma como se medem as audiências de televisão, concluiu.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Qua 8 Out 2014 - 16:20

CM escreveu:RTP investe 195 mil euros em anúncios na rua

RTP assina acordo para ter publicidade em autocarros durante um ano.

A administração da RTP assinou no final de agosto um contrato para a colocação de publicidade da empresa pública em autocarros durante 365 dias. Por este acordo com a empresa MOP - Multimédia Outdoors Portugal, vai pagar mais de 158 mil euros, a que acresce a taxa de IVA em vigor (23%) – mais de 36 mil euros –, num total de quase 195 mil euros.

Estes anúncios estarão presentes nas viaturas da Carris, STCP e TUB, nas zonas de Lisboa, Grande Porto e Braga. Além do aluguer do espaço, o valor a pagar pela RTP inclui ainda a "produção e afixação de uma rede por mês", pode ler-se no contrato celebrado entre as duas empresas, a que o CM teve acesso. O preço deste serviço será pago em doze prestações mensais, ou seja, cerca de 16 250 euros por mês, num total de 12 meses.

Já no ano passado, o grupo público de rádio e televisão liderado por Alberto da Ponte tinha assinado um acordo com a MOP, empresa que comercializa publicidade exterior por todo o País. Na ocasião, a RTP pagou os mesmos 195 mil euros para a publicitação, durante cerca de um mês, de vários produtos de ficção, como a série ‘Bem-vindos a Beirais’ e a novela ‘Os Nossos Dias’.

Contactada, a RTP preferiu não fazer comentários. "A RTP nada mais tem a acrescentar para além do que está escrito e é público", disse apenas a empresa pública. Fica assim por esclarecer qual a finalidade da contratação deste serviço e que programas ou marcas irão ser publicitados.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Sex 17 Out 2014 - 13:19

CM escreveu:165 milhões para a RTP em 2015

Cada consumidor vai continuar a pagar na fatura de eletricidade 2,81 euros mensais para financiar o grupo público.

Depois de no último ano o Governo ter aumentado a taxa audiovisual em 18% (de 2,39 euros mensais para 2,81), o Executivo decidiu manter os valores no Orçamento do Estado para 2015. Isto significa que cada consumidor vai continuar a pagar 2,81 euros mensais (33,72 euros anuais) na fatura da eletricidade, um valor que serve para financiar o grupo RTP. Desta forma, a empresa deverá receber dos contribuintes um montante próximo de 165 milhões.

Em setembro, Alberto da Ponte, presidente da RTP, esteve no Parlamento e revelou que este ano o grupo deve ter receitas totais próximas dos 210 milhões. Contudo, adiantou que o novo contrato de concessão, que deveria ter entrado em vigor este ano, continua por assinar, já que a sua equipa não consegue "chegar a acordo" com o ministro Poiares Maduro nas projeções financeiras. Na altura, Alberto da Ponte disse que o orçamento de 2015 estava fechado, mas que, "para o futuro", pedia que "o aumento da contribuição para o audiovisual fosse superior".

De recordar que todos os contadores de eletricidade pagam esta contribuição à RTP, mesmo que não sejam de clientes particulares. Estão isentos os consumidores com um consumo anual energético inferior a 400 kWh.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Sex 24 Out 2014 - 22:31

DN escreveu:Luís Marinho passa a ser diretor de Estratégia de Grelha

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O novo organograma da RTP atribui o cargo de diretor de Estratégia de Grelha a Luís Marinho e extingue antiga e polémica Direção-Geral de Conteúdos.

A nova estrutura da empresa pública de televisão e rádio foi comunicada ao início da tarde desta sexta-feira aos trabalhadores em ordem de serviço. E, entre as principais alterações, para lá da extinção da direção das antenas Internacionais avançada pelo DN, o novo organograma coloca Luís Marinho, que era até aqui diretor-geral de Conteúdos, a assumir a pasta de Direção de Estratégia de Grelha.

Sob a sua dependência vão estar as direções de Programas de rádio e televisão, Rui Pêgo e Hugo Andrade, respetivamente, e as de informação: Fausto Coutinho, nas antenas, e José Manuel Portugal, na televisão. A Direção Digital e Multimédia, liderada por João Pedro Galveias, e o Centro de Inovação, da responsabilidade de Gonçalo Madaíl, também vão responder a Marinho.

Fonte oficial, em declarações à Lusa, justificou que a nova estrutura - que "reporta ao presidente do Conselho de Administração da RTP e tem autoridade apenas funcional sobre os diretores de conteúdos" - "é uma evolução natural de processos", adiantando que "nesta fase" de mudança da organização "é necessário esta figura" de Direção de Estratégia de Grelhas.

Uma outra mexida surge com a criação da direção institucional e de obrigações específicas de serviço público, que vai incorporar as áreas de Serviço Público, Ética e Diversidade, Museu, Arquivo, Relações Institucionais e Comunicação, Distribuição Internacional e Engenharia. José Lopes Araújo vai acumular esta pasta com a Direção Jurídica da RTP.

As direções agora reestruturadas têm até 10 de novembro para apresentar um modelo de organização interna, definindo objetivos, atribuições e recursos humanos que devem ser alocados.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Shivers em Seg 1 Dez 2014 - 16:51

Expresso escreveu:
Depois da polémica dos jogos da Champions, plano estratégico da RTP é chumbado

Conselho Geral e Independente acusa a administração de deslealdade institucional. Compra dos direitos de transmissão da Champions contou para a decisão. Alberto da Ponte por um fio.


O Conselho Geral Independente (CGI) considera que a proposta da administração da RTP para compra dos jogos da Liga dos Campeões violou "o dever de colaboração e o princípio de lealdade institucional". Esta é uma das razões referidas pelo CGI para ter chumbado (pela segunda vez) o plano estratégico da estação.
No texto onde justifica a chumbo, confirmado pelo Expresso, o Conselho Geral diz que o plano estratégico da administração da televisão pública "revela insuficiência que o fere de qualquer eficácia". O CGI acrescenta que "esta insuficiência manifesta-se na débil natureza qualitativa e na ausência de especificação das suas propostas".
O comunicado, emitido com a data desta segunda-feira, deixa o atual presidente da RTP, Alberto da Ponte, em situação mais frágil - o seu primeiro plano estratégico já tinha sido chumbado.
Em reação a este segundo chumbo, o conselho de administração da estação afirma, em comunicado, que "tomou conhecimento" e irá analisar a decisão do CGI "à luz do enquadramento legal existente" e remete uma posição para mais tarde. 
Recorde-se que o Governo foi radicalmente contra a compra dos jogos da Champions e o ministro da Presidência, Luís Marques Guedes, disse esperar uma posição do CGI.

Ler mais: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Shivers
Membro

Mensagens : 2738
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Nick Name em Ter 2 Dez 2014 - 18:38

Ridículo.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Nick Name
Administrador

Mensagens : 8978
Data de inscrição : 29/12/2009
Idade : 25
Localização : Perereca da Vizinha

Voltar ao Topo Ir em baixo

José Figueiras ganha prémio da ONU

Mensagem por marco.franco em Sex 5 Dez 2014 - 18:45

zappin tv escreveu:
José Figueiras ganha prémio da ONU
O trabalho do apresentador junto das comunidades portuguesas é reconhecido com um prémio.

No próximo dia 10 de dezembro, o apresentador da SIC vai receber o Portuguese-Brazilian Award 2014, em Nova Iorque, pelo seu trabalho juntos das comunidades portuguesas através da antena da SIC Internacional, ao conduzir o programa “Alô Portugal”.


Nesse dia, a Organização das Nações Unidas vai entregar uma estatueta e um diploma a várias personalidades, incluindo ao apresentador José Figueiras, que contribuíram para o engrandecimento das comunidades portuguesas e brasileiras nos EUA, nomeadamente empresários e políticos.

Os prémios vão ser entregues na sede da ONU e será realizado um leilão com peças doadas por artistas portugueses e brasileiros, cuja receita será destinada à Organização Mundial de Saúde para o combate ao ébola em África.

avatar
marco.franco
Membro

Mensagens : 249
Data de inscrição : 23/10/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Shivers em Ter 9 Dez 2014 - 20:28

marco.franco escreveu:
zappin tv escreveu:
José Figueiras ganha prémio da ONU
O trabalho do apresentador junto das comunidades portuguesas é reconhecido com um prémio.

No próximo dia 10 de dezembro, o apresentador da SIC vai receber o Portuguese-Brazilian Award 2014, em Nova Iorque, pelo seu trabalho juntos das comunidades portuguesas através da antena da SIC Internacional, ao conduzir o programa “Alô Portugal”.


Nesse dia, a Organização das Nações Unidas vai entregar uma estatueta e um diploma a várias personalidades, incluindo ao apresentador José Figueiras, que contribuíram para o engrandecimento das comunidades portuguesas e brasileiras nos EUA, nomeadamente empresários e políticos.

Os prémios vão ser entregues na sede da ONU e será realizado um leilão com peças doadas por artistas portugueses e brasileiros, cuja receita será destinada à Organização Mundial de Saúde para o combate ao ébola em África.


O José Figueiras é mais SIC... Wink
avatar
Shivers
Membro

Mensagens : 2738
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luís Marques pode estar de saída da SIC

Mensagem por marco.franco em Dom 14 Dez 2014 - 11:27

zapping pt escreveu:Luís Marques pode estar de saída da SIC



Desde 2009 a assumir a direção-geral da SIC, Luís Marques pode estar de saída da estação de Carnaxide.
Segundo o Correio da Manhã, o COO da SIC é um dos nomes apontados para substituir Alberto da Ponte na administração da RTP.

Recorde-se que foi Luís Marques que reergueu o canal público, entre 2002 e 2007 com Nuno Santos, após o embate do “Big Brother” no panorama audiovisual. Durante esse período, a RTP1 foi consolidando a sua posição ficando, em 2007 à frente da SIC.
Em 2008, Francisco Pinto Balsemão convidou Luís Marques para diretor-geral da SIC, para recuperar as audiências e tornar o terceiro canal líder na rentabilidade.
avatar
marco.franco
Membro

Mensagens : 249
Data de inscrição : 23/10/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por LFTV em Qui 29 Jan 2015 - 2:18



VOX POP TV
27/1 às 13:16 · 

PREÇO CERTO - RTP1: foi o programa com maior retorno para as marcas em 2014
O Preço Certo, da RTP1, foi o programa com maior retorno para as marcas em 2014, enquanto a TVI liderou no segmento de canais, revela esta segunda-feira o serviço Soft Sponsoring Report da MediaMonitor, do Grupo Marktest. Este serviço avalia novos formatos de publicidade em programas de entretenimento e recolhe e analisa a exposição de marcas em programas nacionais de ficção e divertimento nos canais RTP1, RTP2, SIC, TVI, SIC Radical e SIC Mulher. No ano passado, a marca com mais retorno foi o Continente e o programa foi o Preço Certo, adianta o relatório.
Em 2014 "observámos que a utilização deste formato de publicidade ['soft sponsoring'] por parte das marcas aumentou significativamente bem como a necessidade da sua análise, permitindo às marcas uma aproximação diferente da tradicional, no que respeita à publicidade para os consumidores", referem. Durante o ano passado, foram registadas 414.964 exposições de marcas em programas de televisão, correspondentes a mais de 821 horas de duração, o que representou 288,6 milhões de euros. "No total, foram recolhidas 2.678 marcas com exposição" no ano passado, adianta a MediaMonitor. Por programas, o Preço Certo ficou em primeiro lugar, com um retorno para as marcas presentes de 37,4 milhões de euros, seguido do Factor X, com 23,6 milhões de euros, do Querido Mudei a Casa (22,3 milhões de euros), a novela Belmonte (12,4 milhões de euros) e Você na TV! (10,9 milhões de euros).
"A nível de canais, o canal que gerou mais retorno para as marcas em 2014 foi a TVI, com mais de 98 milhões de euros a preços de tabela e quase 52 horas de exposição", adianta o relatório. Em segundo lugar ficou a RTP1, com 96,1 milhões de euros e 80 horas de exposição, seguida da SIC (55,6 milhões de euros), da SIC Mulher (23,9 milhões de euros), SIC Radical (11,1 milhões de euros) e a RTP2 (3,3 milhões de euros). Por marcas, o Continente liderou o segmento, com um retorno de 23,9 milhões de euros e mais de 20 horas de exposição, seguida da Ola (12,6 milhões de euros), Coca Cola (12,2 milhões de euros), OLX (10,9 milhões de euros) e a Leroy Merlin (8m8 milhões de euros). "A tendência de 2014 foi a crescente presença de marcas de automóveis, que ocupam sete lugares no top 50 de marcas", refere a MediaMonitor, acrescentando que a análise foi feita com base nos dados de Soft Sponsoring entre 01 de janeiro e 31 de dezembro do ano passado.
in, cm
avatar
LFTV
Membro

Mensagens : 2642
Data de inscrição : 18/10/2011

http://blogreal.forumpratodos.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por LFTV em Qui 29 Jan 2015 - 2:19

Não sou espectador do "Preço Certo", ma não faz sentido acabarem com ele...
avatar
LFTV
Membro

Mensagens : 2642
Data de inscrição : 18/10/2011

http://blogreal.forumpratodos.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Shivers em Qui 29 Jan 2015 - 22:10

DN escreveu:
RTP deve ser "clara alternativa" aos privados de sinal aberto


O projeto da administração indigitada - Gonçalo Reis, Nuno Artur Silva e Cristina Vaz Tomé - refere ainda que os conteúdos não devem ser definidos pela área comercial.


O Conselho de Administração da RTP indigitado defende que a oferta da RTP não deve ser "unicamente um empacotamento de conteúdos", mas antes "uma programação criativa e estimulante de serviços de programas".

De acordo com o Projeto Estratégico elaborado por Gonçalo Reis, Nuno Artur Silva e Cristina Vaz Tomé, que o Conselho Geral Independente (CGI) acaba de divulgar, a futura administração da RTP considera que a orientação geral da televisão pública deverá ser no sentido de esta "se posicionar como clara alternativa aos serviços de programas privados de sinal aberto".

Ou seja, "a RTP deve apostar na diversidade e no entendimento dos espetadores como cidadãos e não como consumidores", refere o novo Conselho de Administração (CA) no documento, adiantando que o "essencial é que a oferta da RTP não seja unicamente um empacotamento de conteúdos, deverá ser uma programação criativa e estimulante de serviços de programas".

A televisão pública "deverá ser apresentada como um conjunto de serviços de programas igualmente importantes com diferentes identidades (e não como um serviço de programas - RTP1 - que procura disputar audiência com os serviços de programas privados SIC e TVI, apenas complementado com outros serviços de programas de menor importância)".

Refere que "os serviços de programas da RTP devem ser uma referência e conter o que melhor se faz e se fez na produção audiovisual em Portugal e no mundo: qualidade e diversidade".

De acordo com o documento, "no operador público RTP não deve ser a vertente comercial a definir a natureza dos conteúdos a emitir, bem pelo contrário, a área comercial deve funcionar em articulação com as orientações das Direções de Conteúdos, que atuam com os seus próprios critérios".

Ou seja, "as políticas e os gestores de conteúdos têm primazia face às áreas comerciais, o que não implica que não se realizem os melhores esforços para capitalizar ao máximo a componente publicitária da grelha

Será desta que vamos ter serviço público e uma (verdadeira) alternativa às privadas?
avatar
Shivers
Membro

Mensagens : 2738
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Nick Name em Sab 31 Jan 2015 - 19:55

Isso é uma estupidez! O que é ser alternativa? A RTP2 que faz resultados miseráveis? Eu não quero pagar um serviço público que não renda o meu dinheiro. Nem um serviço público para pseudo intelectuais. O caminho que o Alberto da Ponte estava a fazer acho que foi dos melhores. Foi só pena aqueles disparates no horário nobre como Água de Mar e o prolongamento infinito do QQSM.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Nick Name
Administrador

Mensagens : 8978
Data de inscrição : 29/12/2009
Idade : 25
Localização : Perereca da Vizinha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por david silva em Dom 1 Fev 2015 - 21:57

Eu quero é programas com mais qualidade e com conteúdos mais diversificados em relação às privadas.

david silva
Membro

Mensagens : 4064
Data de inscrição : 14/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Paulo Andrade em Dom 1 Fev 2015 - 23:50

Eu quero é que acabem logo com a RTP do estado!

Vendam-na e pronto!

Paulo Andrade
Membro

Mensagens : 8318
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 33
Localização : Ovar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por FLP em Seg 2 Fev 2015 - 1:11

Não percebo esta coisa de quererem ver a RTP a fazer shares mínimos só por teimosias pseudo-intelectuais. Como qq empresa, do estado ou não, deve visar lucro e esse prende-se diretamente as estratégias de programação. Fazerem da RTP 1 uma nova RTP 2, que está completamente as moscas, vai fazer com que andem a ser gastos milhões de euros para ninguém ver e não vão conseguir tirar rentabilidade de nada que possam fazer, andando o pessoal a pagar.
Alberto da Ponte mostrou os números e foram bons. Considero que poderia ter feito melhor na componente da programação, não tendo encostado tanto ao que se faz na SIC e TVI, mas apresentou propostas concretas e se sucesso, não sendo produtos que envergonhem um canal de serviço publico.
Considero que o "Serviço Publico" não é um "tipo" de programação em si, mas sim algo que deve estar presente nos diversos programas do canal. Se não for assim, as pessoas fogem. A RTP pode perfeitamente manter os programas da manhã e tarde, aproximando mais os programas á componente de serviço publico, mas continuar a ter programas como estes. São programas muito abrangentes. Dá para tudo e mais alguma coisa e ainda ter 760 e musica pimba. Que mal há nisso?
Da mesma forma que a RTP deve fazer novelas. Deve injetar dinheiro e gerar muitos empregos. Mas ate por haver dinheiro mais facil, tem que fazer novelas fantásticas, de época, mini-series muito bem produzidas e com uma boa componente comercial... Até mesmo concursos como Preço Certo. Porque não? Que mal há um programa destes? Dá rentabilidade e não faz mal a ninguém e, pelos vistos, os portugueses adoram...
Enfim... Esperemos para ver a  nova administração em acçao e ver o que sai dali.

FLP
Membro

Mensagens : 1940
Data de inscrição : 13/10/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Shivers em Sab 7 Fev 2015 - 16:21

Notícias TV escreveu:
Que sinais dar ao mercado ou... os dilemas de Nuno Artur


A nova administração da RTP quer criar uma televisão de qualidade e diversidade e integrar todos os canais, com mais documentários e ficção. Mas não vai ser para já, até porque o auditório pode estranhar.

Diversidade", "qualidade", "relevância", mas também "calma" e "mudanças de fundo" pouco "abruptas" foram as palavras repetidas dos futuros elementos do Conselho de Administração da RTP - Gonçalo Reis, Nuno Artur Silva e Cristina Vaz Tomé - no dia em que apresentaram o seu projeto para a estação pública. "Quaisquer mudanças de fundo não são imediatas, até pensando do ponto de vista de fidelização dos públicos. Há trabalho que está feito e não deve ser abruptamente interrompido, a estabilidade dos públicos também é importante", afirmava o agora administrador indigitado com o pelouro dos conteúdos, Nuno Artur Silva.

Será este o sinal que os produtores e o público esperavam? E quando é que chega a nova RTP? "Não temos possibilidade de nos comprometer com um calendário porque precisamos de perceber desde logo o que está comprometido em relação a 2015", afirmou Nuno Artur Silva à saída da audição com os deputados, adiantando que em matéria de orientações concretas relativamente à programação dos canais "não ia detalhar nada". "Para já vamos recolher informação concreta", insistiu.

"Apresentamos o nosso projeto estratégico que tem o eixo de encaminhar a RTP para um verdadeiro serviço público funcionando na lógica empresarial. O plano tem agora de ser detalhado, vamos ouvir estruturas, vamos ouvir os contributos internos e vamos iniciar o processo de reorientação de serviço público", declarou Gonçalo Reis à saída da audição, recusando precisar uma data de quando arrancará a nova estação que a equipa defende.

A verdade é que a tanto a RTP1 como a RTP2 têm já grelhas bastante definidas para 2015. No segundo canal, o diretor de programas, Elísio Oliveira, tinha já declarado ter a programação quase totalmente definida até ao fim de 2015. No caso do primeiro canal, a título de exemplo, o talk show5 para a Meia-Noite tem estreia marcada para abril e para uma temporada de cerca de quatro meses, a novela angolana da TPA Jikulumessu - que foi suspensa em Angola esta semana devido a um beijo gay - está agendada para arrancar em maio. Em matéria de day time, quer o programa da manhã, Agora Nós, quer o da tarde, Há Tarde, têm horizontes contratuais de dois anos. Também O Preço Certo, concurso de Fernando Mendes, parece ter lugar cativo na antena.

No que respeita à ficção nacional, Bem-Vindos a Beirais deverá continuar no ar até quase ao fim do ano, em princípio até novembro, e a novela da tarde, Os Nossos Dias, tem ainda cerca de três centenas de episódios por exibir. Decisões específicas cabem aos diretores das várias pastas, os administradores apenas poderão definir linhas gerais. E se a nova equipa defende mais produção independente, mais conteúdos originais, mais ficção, infantil na RTP1 e mais documentários, uma programação mais diversificada (ou seja mais vertical) quando é que a nova estratégia verá a luz do dia com tantos compromissos?

"Estamos perante conteúdos de rádio, TV e multimédia e as mudanças serão introduzidas no mercado ao longo do tempo. E há situações diferentes, desenvolver uma linha de ficção histórica pode demorar mais do que a agilização de outras linhas de programação. Há alterações que vão demorar mais tempo do que outras", responde Gonçalo Reis. Nesta fase, os principais produtores preferem remeter-se ao silêncio. À Notícias TV, Frederico Ferreira de Almeida, o diretor-geral Fremantle Media e que assegura os conteúdos O Preço Certo e Got Talent Portugal, afirma: "Não tenho nenhum comentário a fazer, os responsáveis ainda não estão lá." Apesar das diversas tentativas, não foi possível recolher uma posição junto de Jorge Marecos, administrador da SP Televisão, que assegura a maior fatia de ficção produzida para a RTP.

Já Susana Gato Ribeiro, secretária-geral da Associação de Produtores Independentes de Televisão, confia que haverá alterações já em 2015. "Acredito que sim, parte da grelha deste ano está contratualizada, mas há sempre pontos concretos onde é possível introduzir alguma programação ou se haverá uma nova abordagem à produção", afirma a responsável, que crê que deverá voltar a haver espaço para as pequenas produtoras na RTP1 e na RTP2.

Aos deputados, Nuno Artur Silva declarou que a nova equipa quer também apostar noutras antenas: "Tencionamos prestar muita atenção à RTP Internacional, não faz sentido que a RTP Memória seja um repositório, mas antes um canal programado de forma criativa e em correlação com o presente, e a RTP Informação deve ser regional, mas também deve puxar pela componente cultural, económica, internacional e, de entre este, com particular incidência sobre a Europa".

O antigo diretor-geral das Produções Fictícias quis dissociar as audiências da relevância, isto depois de a RTP ter crescido nos últimos três anos. "As audiências serão um instrumento essencial, mas não o decisivo, nem vão ter o peso que teriam até aqui", reiterou, referindo-se a novos consumos em novas plataformas. "Temos de posicionar a RTP de outra maneira e de ter a medição dessa relevância."

Na quarta-feira à tarde, a equipa indigitada para o Conselho de Administração, deixou a Assembleia República e foi para a RTP, onde esteve a conhecer as instalações. Ainda sem o processo formalizado, certo é que a nova equipa esperava entrar em funções ainda até ao final desta semana.
avatar
Shivers
Membro

Mensagens : 2738
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Qui 12 Mar 2015 - 22:24

DN escreveu:RTP faz razia nas direções. Sucessores revelados na sexta-feira

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Hugo Andrade, José Manuel Portugal, Fausto Coutinho perdem os cargos de direção na RTP e não serão os únicos. Os pedidos de exoneração ao regulador e a nomeação de sucessores, que devem ser internos, serão conhecidos esta sexta-feira.

Nova administração da RTP não quer deixar pedra sobre pedra no que diz respeito às direções de informação e programas que herdou da anterior administração de Alberto da Ponte. Depois de José Manuel Portugal ter sido informado, na terça-feira, de que iria ser exonerado do cargo de diretor de Informação da televisão pública, a tarde de ontem foi um sobe e desce ao quarto andar do edifício da Marechal Gomes da Costa, com a ida de diretores à administração.

"Hugo Andrade [diretor de programas da RTP1] e Fausto Coutinho [diretor de Informação da rádio] vão ser exonerados. Luís Marinho [diretor de estratégia de grelha] e Elísio Oliveira [diretor de programas da RTP2] também deverão sair", afirmou ao DN uma fonte próxima. Informação confirmada por vários elementos da RTP, que acrescentam que os visados "deixam os cargos, mas não a empresa".

Apesar das diversas tentativas, os diretores estiveram incontactáveis até ao fecho desta edição. Exceção feita a José Manuel Portugal que confirmou a saída. "Não é tempo para comentários, mas posso dizer que estamos [ele e a equipa] com a consciência tranquila".

Nuno Artur Silva, administrador com o pelouro dos conteúdos, confirma as conversas com diretores tendo em vista a futura exoneração dos cargos, mas não adianta os nomes dos responsáveis visados e muito menos as razões pelas quais põe em marcha o processo de exoneração dos diretores que, em dezembro, puseram em causa o órgão supervisor da RTP. Recorde-se que as direções fizeram um pedido de esclarecimentos à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) em que questionaram a legitimidade do Conselho Geral Independente (CGI)na aquisição dos direitos de transmissão da Champions 2015-2018.

A ERC deu, na altura, razão aos responsáveis da RTP e agora caber-lhe-á dar parecer sobre as exonerações avançadas pela atual administração da RTP, presidida por Gonçalo Reis, e aos novos nomes que vão ser escolhidos. "É verdade que estamos a informar as pessoas das nossas intenções e que temos reuniões marcadas para sexta-feira [amanhã] com o CGI para apresentar o novo organograma e que enviaremos à ERC os pedidos de exoneração e nomeação de novos diretores", confirmou Nuno Artur Silva.

Sobre os futuros nomes que estão na lista do novo conselho de Administração, impera o silêncio. Contudo, depois de terem sido feitos convites a personalidades externas à RTP - tal como a Notícias TV adiantou em primeira mão na semana passada - as "cinco recusas" que, segundo fontes, a administração terá recebido, fez com que "olhassem para soluções internas". "Na direção de Informação da televisão fala-se num jornalista experiente para assumir a pasta", afirma a mesma fonte.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Sex 10 Abr 2015 - 23:13

DN escreveu:Novos diretores da RTP entraram hoje em funções

Os novos diretores da RTP entraram hoje em funções, praticamente um mês depois de o Conselho de Administração ter indicado os seus nomes, de acordo com um despacho interno a que a Lusa teve acesso.

A 13 de março, a administração da RTP anunciou a nova estrutura organizativa da empresa, segundo a qual Paulo Dentinho substitui José Manuel Portugal na direção de informação da RTP, José Arantes fica a liderar a direção da RTP África, Teresa Paixão é a nova diretora de programas da RTP2, enquanto Rui Pêgo fica na direção da Antena 1, Antena 2 e diretor da RDP Internacional, e Nuno Reis é o diretor da Antena 3.

Gonçalo Madail assume a direção da RTP Memória e Daniel Deusdado é o novo diretor de programas da RTP1, diretor da RTP Informação e diretor da RTP Internacional.

O novo diretor de informação da rádio pública, João Paulo Baltazar, aguarda ainda o parecer da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), depois de Fausto Coutinho ter saído do cargo.

Também hoje foi divulgado o organograma geral da RTP.

"Na sequência da mudança de objetivos decorrentes da nomeação deste Conselho de Administração, da aprovação de um novo Projeto Estratégico e da recente assinatura de um novo contrato de concessão, o Conselho de Administração entendeu necessário efetuar alterações na orgânica da empresa", refere a ordem de serviço.

"Essas alterações visam, como se refere no Projeto Estratégico, orientar a RTP para uma lógica clara de serviço público, diferenciadora e de referência", lê-se no documento.

Entre as alterações consta a separação do 'marketing' da parte comercial e a autonomização da área de aquisição de conteúdos e controlo de grelha.

O organograma geral cria quatro áreas de atividade: o centro corporativo, que agrega funções que asseguram atividades transversais à organização; o suporte à atividade, que inclui as áreas de suporte à atividade, objeto principal da empresa; as operações, que suportam em termos operacionais a atividade, e os conteúdos, que asseguram os serviços de programas, rádio, televisão e informação e atividades relacionadas.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Jnpc em Qua 15 Abr 2015 - 18:54

DN escreveu:Lucro da RTP mais do que duplica em 2014

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Segundo relatório de contas, a televisão pública teve lucros de 38,2 milhões de euros.

O lucro da RTP subiu 146,2% no ano passado, face a 2013, para 38,2 milhões de euros, segundo o relatório e contas de 2014 a que a Lusa teve ontem acesso.

"O aumento do resultado líquido fica a dever-se significativamente à função financeira positiva de 40,2 milhões de euros", refere a empresa no documento.

Juntando o resultado operacional de 1,6 milhões de euros à função financeira positiva, estes dois indicadores "justificaram um resultado líquido positivo de 38,2 milhões de euros, largamente acima dos valores de 2013", adianta a RTP.

As contas relativas a 2014 são da responsabilidade da administração liderada por Alberto da Ponte, uma vez que o atual Conselho de Administração só entrou em funções no início de fevereiro último.

Os rendimentos operacionais, que são constituídos por fundos públicos (contribuição para o audiovisual [CAV]) e receitas comerciais, caíram 9% para 213,5 milhões de euros.

Os fundos públicos registaram uma redução de 29,3 milhões de euros, ou seja, menos 15,1% face a 2013.

"Esta variação deveu-se, sobretudo, à eliminação da indemnização compensatória de 42,3 milhões de euros, só parcialmente compensada em 2014 com o aumento do valor da contribuição para o audiovisual", refere a empresa.

A CAV atingiu 164,9 milhões de euros, um aumento de 8,6% face a 2013 (mais 13 milhões de euros), e as receitas comerciais cresceram 20,6% para 48 milhões de euros.

Os gastos operacionais aumentaram 0,7% (1,6 milhões de euros), para 211,9 milhões de euros, resultante do "aumento dos custos de grelha, que cresceram 15,7 milhões de euros", justifica a empresa.

Os custos de grelha subiram 22,9% para 84,1 milhões de euros no ano passado.

Em relação aos gastos com pessoal, estes recuaram 4,9 milhões de euros "devido ao efeito das rescisões efetuadas por mútuo acordo", uma quebra de 6% para 75,8 milhões de euros.

No FSE (Fornecimento de Serviços Externos), "o custo de partilha de receitas dos passatempos (IVR) de 2,6 milhões de euros, que propiciaram receitas de 6,9 milhões de euros, "explicam a variação do FSE de 2013 para 2014 no valor de 2,2 milhões de euros".

Os fornecimentos de serviços subiram 6,3% para 37,9 milhões de euros.

As provisões diminuíram 86,8% (11,6 milhões de euros) para 1,8 milhões de euros, refere a RTP, que adianta que, "ainda assim, foi reforçada em 5,2 milhões de euros a provisão por complementos de reforma, pré-reforma e cuidados de saúde dos aposentados, decorrente do impacto de perdas atuariais".

O resultado operacional recuou 93,9% para 1,6 milhões de euros, e o 'cash flow' operacional/EBITDA (resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) registou um "significativo decréscimo" de 73,7%, ou seja, de 34,7 milhões de euros, para um total de 12,4 milhões de euros.

"No que se refere ao investimento realizado, verifica-se um crescimento face ao ano anterior superior a 300%, apesar de se verificar uma forte contenção das despesas de investimento. Por essa razão, os investimentos correntes do exercício de 2014 situaram-se abaixo do valor das amortizações anuais", adianta.

Os investimentos atingiram 5,8 milhões de euros em 2014, o que compara com 1,4 milhões de euros um ano antes.

A RTP destaca ainda o "acréscimo de 49,2 milhões de euros na função financeira, resultado do ganho gerado pelo valor 'mark to market' do veículo financeiro Eurogreen (44,2 milhões de euros)".

O endividamento bancário da RTP recuou 29,4% (39,9 milhões de euros) para 96 milhões de euros, o que resultou, "sobretudo, da redução de valor do veículo financeiro Eurogreen de 44,1 milhões de euros, e pelo acréscimo de utilização das linhas de crédito de curto prazo de 5,8 milhões de euros, face a 10 milhões de euros de utilização em 2013".


DN escreveu:Receitas comerciais da RTP sobem para 48 milhões de euros

No ano passado a RTP deixou de receber indemnização compensatória, passando a depender da taxa de contribuição para o audiovisual e das receitas comerciais.

As receitas comerciais da RTP subiram 20,6% no ano passado, face a 2013, para 48 milhões de euros, de acordo com o relatório e contas de 2014 a que a Lusa teve ontem acesso.

"As receitas comerciais no exercício de 2014 ascenderam a 48 milhões de euros, 8,2 milhões de euros acima do verificado em 2013. Este aumento de receitas comerciais não é, obviamente, suficiente para colmatar o diferencial verificado nos fundos públicos. O principal motivo prende-se com a venda de conteúdos que aumentou 3,4 milhões de euros face a 2013, e com a multimédia e Internet, que aumentou 3,9 milhões de euros", refere a empresa.

Recorde-se que no ano passado a RTP deixou de receber indemnização compensatória, passando a depender da taxa de contribuição para o audiovisual (CAV) e das receitas comerciais, tendo os fundos públicos recuado 15,1% face a 2013, para 164,9 milhões de euros.

As receitas de publicidade avançaram 7,6% para 19,8 milhões de euros, enquanto as relativas à distribuição por cabo recuaram em 3,8% para 12,7 milhões de euros.

A prestação de serviços a terceiros aumentou 40,6% para 2,6 milhões de euros, e a venda de conteúdos mais que quintuplicou (516,2%) para quatro milhões de euros.

As outras receitas diminuíram 30% para 1,6 milhões de euros.

Estes resultados dizem respeito ao período em que Alberto da Ponte liderava o Conselho de Administração da RTP, uma vez que o atual executivo só entrou em funções e fevereiro último.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Notícias Gerais RTP

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 19 de 20 Anterior  1 ... 11 ... 18, 19, 20  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum