Televisão Digital Terrestre (TDT)

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Eu João em Qua 21 Mar 2012 - 23:20

Não, agora pagam a quantia para terem acesso à TDT que já vem com todos esses canais. Não têm de pagar mais nada depois.

Eu João
Membro

Mensagens : 6308
Data de inscrição : 07/01/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por QQG em Qua 21 Mar 2012 - 23:41

Não é isso. Antes da TDT é que tiveram que pagar para ter esses canais porque o sinal aberto não oferecia como no continente.

QQG
Membro

Mensagens : 5810
Data de inscrição : 05/03/2010
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Eu João em Qua 21 Mar 2012 - 23:53

Sim, mas agora deixam de pagar...

Antes para ter acesso à SIC/TVI/RTP2 tinham de pagar a um operador. Agora não o têm de fazer, só têm de ter a TDT(apesar da necessidade de em alguns caso terem de comprar o aparelho).

_________________

Leia a entrevista, aqui!

VISITE O SITE DO FANTASTIC, AQUI!
avatar
Eu João
Membro

Mensagens : 6308
Data de inscrição : 07/01/2010
Idade : 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por QQG em Qui 22 Mar 2012 - 0:43

Não, pagavam uma quantia uma vez só. E agora têm que voltar a pagar o aparelho. Essa gente que já tinha aquilo pago, devia ter o aparelho grátis pelo operador. Mas isto é só a minha opinião.

QQG
Membro

Mensagens : 5810
Data de inscrição : 05/03/2010
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Dom 22 Abr 2012 - 15:56

CM escreveu:TDT: Televisão analógica dá último suspiro quinta-feira

As últimas transmissões televisivas em sinal analógico terminam em Portugal dia 26 de Abril, mais de três meses depois do arranque do desligamento na faixa litoral, envolta de críticas sobre a forma de introdução da TDT.

Na próxima quinta-feira, dia 26 de Abril, serão desligados os últimos 15 emissores analógicos, entre os quais os do Marão, Montejunto, Monte da Virgem e Marão, de acordo com a informação disponibilizada pela Anacom - Autoridade Nacional das Comunicações na sua página electrónica.

Nesse dia também serão desligados mais de uma centena de retransmissores, sendo esta é a última etapa do processo de migração para a Televisão Digital Terrestre (TDT), mais de 10 anos depois da primeira tentativa de introdução da tecnologia em Portugal ter falhado.

A primeira fase do desligamento ('switch-off') arrancou a 12 de Janeiro na faixa litoral de Portugal Continental, seguindo-se a cessação dos emissores e retransmissores das regiões autónomas dos Açores e da Madeira, a 22 de Março.

A última fase acontece a 26 de Abril, altura em as transmissões analógicas no resto do território continental serão desligadas.

No entanto, refira-se que o primeiro passo no processo da migração para a TDT foi dado em maio do ano passado, com o desligamento do emissor analógico de Alenquer.

O processo de introdução da TDT não foi pacífico, com partidos e entidades de várias sectores, entre os quais o da produção de conteúdos, a criticarem a forma como o desligamento estava a ser feito.

A falta de cobertura da TDT em todo o território português, os preços dos descodificadores e o facto da plataforma digital só disponibilizar os quatro canais generalistas, ao contrário do que acontece em outros países europeus, foram algumas das críticas apontadas.

No entanto, nas zonas onde não há cobertura TDT as emissões são asseguradas através do sinal de satélite, com as famílias carenciadas a terem direito a uma subsidiação dos descodificadores.

Ao longo do processo, o preço dos descodificadores baixou, rondando actualmente os 30 euros. Em relação ao número de canais, para já a plataforma irá incluir o canal parlamento.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Sex 27 Abr 2012 - 0:43

CM escreveu:Sinal analógico desligado em definitivo em Portugal

Cinquenta e cinco anos de televisão analógica tiveram esta quinta-feira o seu ponto final com o desligamento dos últimos transmissores desse sinal, numa cerimónia que decorreu nas instalações da Anacom - Autoridade Nacional das Comunicações no Porto.

A partir de agora, a transmissão televisiva em Portugal é feita através da televisão digital terrestre (TDT).

"A coberta terrestre cifra-se neste momento nos 94 por cento", afirmou o administrador da Portugal Telecom (PT), Alfredo Baptista, que falava durante a cerimónia.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por privado em Dom 13 Maio 2012 - 14:58

Memória e Informação grátis para todos

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=49239

privado
Membro

Mensagens : 615
Data de inscrição : 04/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Nick Name em Dom 13 Maio 2012 - 15:13

Até isso acontecer...

_________________
avatar
Nick Name
Administrador

Mensagens : 8978
Data de inscrição : 29/12/2009
Idade : 25
Localização : Perereca da Vizinha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jerónimo em Seg 14 Maio 2012 - 0:03

«A ARTV é um serviço do Parlamento, tutelado pela senhora presidente da Assembleia. Não pode ser confundido com um canal de serviço público. Para isso, teria de ter um conselho de administração e uma direcção editorial, que não tem».

Sim, porque o que se debate no Parlamento não é de âmbito público...
avatar
Jerónimo
Membro

Mensagens : 1750
Data de inscrição : 06/07/2010
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Nick Name em Seg 14 Maio 2012 - 9:35

E é exibido na totalidade pela RTP2...

_________________
avatar
Nick Name
Administrador

Mensagens : 8978
Data de inscrição : 29/12/2009
Idade : 25
Localização : Perereca da Vizinha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Eu João em Seg 14 Maio 2012 - 12:40

Sim, existem leis que têm de ser ultrapassadas. E esse é uma delas. Qualquer estação de televisão emitida tem de ser tutelado por uma entidade de pelos menos 2 ou mais pessoas.

Logo essa frase de ser um serviço do parlamento é verdade, mas certamente será ultrapassada.

_________________

Leia a entrevista, aqui!

VISITE O SITE DO FANTASTIC, AQUI!
avatar
Eu João
Membro

Mensagens : 6308
Data de inscrição : 07/01/2010
Idade : 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Ter 29 Maio 2012 - 18:22

CM escreveu:Canal Parlamento só em Setembro

O Canal Parlamento (AR TV) deve começar a emitir em sinal aberto na Televisão Digital Terrestre (TDT) em Setembro, depois de inicialmente se ter avançado a data de 25 de Abril como objectivo.

"Após os ajustes na legislação, julgo que possa estar na TDT em Setembro", diz ao CM João Semedo. "A questão do canal vai à sessão legislativa de Junho/Julho. Depois temos as férias, portanto, julgo que em Setembro o canal estará no ar", diz João Semedo. A previsão do deputado do BE é corroborada por Inês de Medeiros, deputada do PS e vice-presidente da AR TV. O projecto, "que conta com o consenso de todos os partidos", "não será um canal de TV, mas sim um serviço", refere .

De recordar que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social emitiu um parecer no qual apontou a necessidade de alterar a lei, de modo a que seja possível a AR TV ser emitida em sinal aberto.

"A questão dos conteúdos, apesar de contar com o acordo e a colaboração de todos os deputados e da presidente da Assembleia [Assunção Esteves], está ainda por definir. Temos muitas ideias, e por acertar as que são mais viáveis", explica Inês de Medeiros. A deputada referiu ainda que é possível que nos meses de férias do parlamento, a AR TV venha a "transmitir programas que resultem da parceria com os canais generalistas".

Os deputados disseram ainda ao CM que já existe um pré-acordo firmado com a Portugal Telecom para que a AR TV seja emitida na TDT.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Sex 15 Jun 2012 - 2:22

CM escreveu:Temáticos da RTP fora da TV digital

As propostas do PS, PCP e BE de incluir mais canais da RTP na Televisão Digital Terrestre (TDT) serão hoje chumbadas na Assembleia da República (AR) pelos partidos da maioria. Esta posição, à semelhança do que já havia avançado o CM, será tomada pelo PSD e CDS que acusam os socialistas de terem conduzido mal o processo da TDT.

"Se hoje os portugueses não vêem todos os canais na TDT devem ao PS", sublinha Lídia Bulcão, deputado do PSD. Raul de Almeida, do CDS, por seu turno, recordou que "emitir todos os canais da RTP em sinal aberto [como a RTP Informação e RTP Memória] é cortar receitas que a televisão pública tem através do cabo".

Catarina Martins, do BE, referiu que Portugal é o País com menos canais TDT na Europa. Já Bruno Dias, do PCP, chamou, contudo, a atenção, para o facto de haver "privados que ganham com as falhas do sinal TDT".

Hoje vai também ser votado no Parlamento o projecto de lei para a emissão do Canal Parlamento em sinal aberto na TDT, enquanto serviço da AR, sem edição ou montagem. "É um incentivo de qualificação e um desafio a nós como políticos e protagonistas da AR", disse a propósito ao CM a presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, que sempre apoiou esta proposta que reúne consenso parlamentar.

Até ao final de Julho a questão legislativa estará tratada, ficando por fechar as de ordem técnicas, pelo que o canal deverá estar na TDT em Setembro, como o CM já avançou.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Qua 25 Jul 2012 - 16:36

CM escreveu:AR TV a 18 de Setembro na TDT

Assunção Esteves, presidente da Assembleia da República (AR), disse ontem aos jornalistas, numa conversa informal, que o canal Parlamento deverá começar a ser emitido na Televisão Digital Terrestre (TDT) a partir do diz 18 de Setembro.

A presidente da AR não adiantou mais pormenores. Ainda assim, recorde-se que se trata de um serviço e não de um canal de televisão.

A decisão de avançar com a ARTV já para a TDT deve-se a um empenho de Assunção Esteves, que acelerou as decisões para o tornar possível, mas também se deve ao consenso entre os deputados de todas as cores políticas.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Sex 26 Out 2012 - 13:57

DN escreveu:Canal Parlamento chega à TDT em dezembro

A AR TV começará a emitir na TDT duas semanas depois do visto do Tribunal de Contas sobre o contrato anual de 420 mil euros com a PT. A análise do processo pode levar 30 dias a ser concluído.

"O custo anual do acordo com a Portugal Telecom (PT), para a emissão [do canal Parlamento] na Televisão Digital Terrestre (TDT), é de 420 mil euros anuais", confirma o gabinete da Secretaria-Geral da Assembleia da República.

Neste momento, o contrato está sujeito a fiscalização prévia do Tribunal de Contas e é esperado que, de acordo com a mesma informação, que "a AR TV - Canal Parlamento" seja "colocada na TDT 15 dias após o visto do Tribunal de Contas", processo que pode levar até 30 dias a ser concluído. Contas feitas e, no limite, o canal poderá começar a emitir em sinal aberto, a partir de dezembro.

O canal Parlamento já conheceu publicamente várias datas para o início nas emissões de acesso livre e gratuito - e que até agora tem estado disponível na televisão por subscrição. O tempo das negociações terá contribuído para os adiamentos. "Para além da negociação pormenorizada sobre os termos da contratação, a Assembleia da República tem também de cumprir a tramitação e os prazos impostos pelo Código de Contratos Públicos, bem como a legislação aplicável em matéria de realização da despesa pública", explica o gabinete da Secretaria-Geral da AR.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Qui 22 Nov 2012 - 3:12

CM escreveu:TDT foi “oportunidade perdida” para SIC e TVI

A SIC e a TVI consideram que o processo de implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) foi uma oportunidade perdida para aumentar as suas ofertas.


Luís Marques, director geral da SIC, e Miguel Pais do Amaral, presidente do conselho de administração da Media Capital, defenderam esta quarta-feira, no 22.º Congresso das Comunicações, que "o processo não correu bem" e que "as televisões deveriam ter trabalhado em conjunto para aumentar a sua oferta".

Ainda assim, dividem-se quanto à possibilidade da actual situação ser alterada. Luís Marques acredita que "nem tudo está perdido", e que "os canais devem continuar a fazer pressão para que a oferta seja melhorada". Já Pais do Amaral considera que "já não há solução".

O presidente da TVI disse ainda considerar que "actualmente há um conflito de interesses por a distribuição do sinal da TDT ser feita por um operador [Portugal Telecom] que detém uma plataforma de televisão paga". "Esse operador, obviamente, não está interessado em potenciar a TDT", acrescentou.

À margem do congresso, o director-geral da SIC mostrou-se indignado com o facto de os canais generalistas não terem sido ouvidos sobre a entrada do Canal Parlamento (AR TV) na oferta da TDT. "Nós é que estamos a pagar [cada TV paga à Portugal Telecom cerca de 3 milhões de euros por ano] e nem sequer somos consultados", disse o responsável. "Era bom que isso fosse consensualizado entre todos", acrescentou.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por privado em Sab 15 Dez 2012 - 18:44

ARTV em testes no cabo. Emissão cortada. Deve estar para breve na TDT.

privado
Membro

Mensagens : 615
Data de inscrição : 04/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por privado em Sex 21 Dez 2012 - 15:30

ARTV começa a emissão dia 27 de Dezembro

privado
Membro

Mensagens : 615
Data de inscrição : 04/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Qui 3 Jan 2013 - 21:50

DN escreveu:AR TV foi vista por mil pessoas no dia da estreia

Emissões experimentais do Canal Parlamento na TDT a 27 de dezembro registaram uma audiência média de mil pessoas. As emissões regulares em sinal aberto começaram hoje.

As emissões regulares da AR TV na Televisão Digital Terrestre (TDT) começaram esta manhã, 3 de janeiro. Mas as emissões inaugurais arrancaram a 27 de dezembro. Segundo dados audimétricos a que o DN teve acesso, a nova emissão em sinal aberto registou uma audiência média de mil pessoas durante todo o dia da estreia, num total de 105 mil espectadores que passaram pela quinta posição da TDT.

Consumos de audiência registados num universo de três milhões e 200 mil portugueses que não têm televisão por subscrição [Cabo, satélite, IPTV e outros].

No dia seguinte, a 28, o valor de audiência média, ainda de acordo com a mesma fonte, desceu para um décimo, ou seja, apenas 100 pessoas acompanharam o segundo de emissões, mas 15 mil e 900 indivíduos passaram os olhos pelo novo canal.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Qui 24 Jan 2013 - 12:45

CM escreveu:Descodificadores valem 47 milhões

A mudança do sinal analógico para a Televisão Digital Terrestre (TDT) revelou-se um negócio de muitos milhões, com a venda, até agosto do ano passado, de 1,553 milhões de descodificadores que permitem receber o sinal do novo sistema.

De acordo com dados da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM), em 2011, quando aconteceram os primeiros ‘apagões' nas zonas piloto, foram vendidos 403 250 descodificadores. Já em 2012, e até agosto, os portugueses compraram 1 145 408 aparelhos. Só nesse mês foram vendidos 68 645 descodificadores, revela a ANACOM ao Correio da Manhã.

Segundo o regulador, o preço médio de venda destes aparelhos entre 2009 e 2012 rondou os 30 euros. Contas feitas, só em descodificadores os portugueses gastaram quase 47 milhões de euros. Sendo que estes dados não incluem as pessoas que optaram por comprar um televisor já preparado para a receção do sinal digital, o que dispensa a aquisição do descodificador.

Entretanto, a ANACOM prolongou até 26 de abril os programas de subsidiação.

O primeiro comparticipa em 50%, com o limite de 22 euros, a compra de descodificadores TDT ou via satélite a alguns grupos de cidadãos. O segundo, de 61 euros, destina-se a pessoas com mais de 65 anos, que se encontrem em situação de isolamento social, para apoiar a instalação ou outra intervenção ao nível das antenas. Por fim, existe um apoio que fixa em 30 euros o valor máximo para quem tiver de comprar um descodificador satélite. Este continua válido após 26 de abril.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Qua 10 Jul 2013 - 16:15

CM escreveu:Só 720 pessoas vêem a AR TV

Custo para estar na Televisão Digital Terrestre é de 420 mil euros anuais.

Disponível na Televisão Digital Terrestre (TDT) desde 3 de janeiro, o Canal Parlamento (AR TV) registou no primeiro semestre do ano uma audiência média de apenas 720 pessoas, entre subscritores de TV paga e telespectadores que possuem apenas televisão em sinal aberto.

Os indivíduos do sexo masculino são aqueles que mais veem o canal: 60,2%, contra 39,8% de telespectadores do sexo feminino. As pessoas com mais de 75 anos são as maiores consumidoras da AR TV (33,1%), seguidas das com idades entre os 65 e 74 anos (27,6%) e 55 e 64 anos (20,7%). Esmagadora é a análise por classes sociais: 42,5% pertencem à média-baixa e 22,4% à baixa. A região Centro é a mais representada (51,7%), seguida do Norte (28,2%) e de Lisboa (11,4%).

Nuno Encarnação, diretor da AR TV, desvaloriza os números e diz ao CM que, neste momento, "é possível contabilizar as audiências totais do canal", uma vez que há pessoas que o acompanham também pela internet e outras plataformas. Ainda assim, afirma "estar satisfeito com o trabalho que tem sido feito até agora". "O importante é que prestamos um serviço público que qualquer português pode acompanhar", diz.

O custo da presença do Canal Parlamento na TDT é de 420 mil euros anuais. Quanto ao custo operacional, é desconhecido, uma vez que o canal não dispõe de orçamento próprio. Ainda assim, segundo Couto dos Santos, presidente do conselho de administração da Assembleia da República, a verba disponível para despesas de funcionamento da estação não ultrapassou os "dois milhões de euros" em 2012.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Nick Name em Qua 10 Jul 2013 - 18:20

A única coisa que acho ridícula é mesmo a AR ter de pagar à PT para o canal ser emitido...

_________________
avatar
Nick Name
Administrador

Mensagens : 8978
Data de inscrição : 29/12/2009
Idade : 25
Localização : Perereca da Vizinha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Sab 24 Ago 2013 - 18:51

Público escreveu:RTP quer ter canais Informação e Memória na televisão não paga

Estação pediu à ERC que alargue serviço base para incluir todos os canais de serviço público. SIC e TVI querem emitir em alta definição.

A RTP quer que os seus canais Informação e Memória, que hoje são apenas emitidos nos operadores de televisão paga, passem a fazer parte da oferta base gratuita da televisão digital terrestre - TDT. Para isso, a administração da televisão estatal já pediu à ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social que faça incluir, na definição de must-carry, todos os canais de serviço público. O pedido poderá ter sucesso, uma vez que o ministro da tutela (Miguel Poiares Maduro) está a estudar a possibilidade de aumentar a oferta de canais na TDT.

O must-carry é o conjunto de obrigações, neste caso de distribuição de sinal, que o operador tem de cumprir, pelo que a Portugal Telecom teria de passar a distribuí-los através da oferta gratuita. Porém, não compete à ERC tomar essa decisão, mas sim à Anacom, que terá, através de autorização do Governo, que permitir o aumento da capacidade do espectro destinado ao chamado "multiplexer A", para poder comportar todos os canais, e também redefinir o número de canais.

Já em Março de 2012, a propósito de uma proposta do PCP para alargar o número de canais gratuitos na TDT, a ERC com a composição actual emitiu um parecer, votado por unanimidade, em que alega que, "quer por razões de ordem técnica, quer por constrangimentos de índole jurídica [o facto de o processo do quinto canal estar no tribunal], não é actualmente viável a disponibilização, numa base estritamente gratuita de "canais" originariamente concebidos e legalmente habilitados para distribuição" em plataformas de TV paga. Nesse parecer, pedido pelo Parlamento, apontava precisamente os casos do Canal Parlamento - que acabou por integrar a TDT com autorização da Anacom - e dos canais RTP Informação, Memória, África e Internacional, que integram a concessão do serviço público.

Mais custos para a RTP

O projecto de lei do PCP acabou chumbado, com os votos contra dos dois partidos da maioria do Governo e a abstenção do PS.

Esta distribuição de sinal na TDT não é grátis para as televisões. A RTP, SIC, TVI e o Parlamento têm de pagar à PT um valor anual pela emissão do sinal dos seus canais. Isso significa que a televisão pública também teria de passar a pagar pelo sinal dos canais Informação e Memória, já que actualmente a RTP recebe dos distribuidores de TV paga - como a MEO, ZON ou Cabovisão - um valor mensal pela emissão dos dois canais. Para o cálculo desta retribuição paga aos canais contribui, por exemplo, o nível de audiências.

O PÚBLICO questionou a RTP, que não respondeu até ao fecho desta edição. Mas este pedido da estação pública evidencia uma mudança de orientação do Governo. O PÚBLICO questionou o gabinete do ministro sobre a possibilidade de a RTP emitir mais canais na TDT há dois meses. Ontem, o ministro respondeu através da sua assessoria: "No quadro das minhas competências estou a promover um processo de reflexão sobre a possibilidade de aumentar a oferta de canais na TDT."

De acordo com a informação mais recente disponibilizada no site da televisão pública, a RTP Informação teve, em 2011, um custo total de 3,5 milhões de euros, mas registou proveitos próprios - onde se inclui a publicidade e os fee dos distribuidores de TV paga - na ordem dos 5,77 milhões de euros. Também a RTP Memória, o canal baseado no acervo da estação pública, teve números positivos: registou receitas próprias de 2,17 milhões de euros e custos de 1,67 milhões. Estes são, a par do mobile, as únicas operações com lucros líquidos. O relatório e contas de 2011 da RTP - o último disponível - apresenta um rendimento de 13,7 milhões de euros proveniente da distribuição no cabo.

Ao pretender passar os dois canais para a TDT, estes terão de passar a facturar muito mais em publicidade para compensar o que deixam de receber dos operadores de TV paga e o que terá de passar a pagar à PT pela distribuição do sinal de mais dois canais, de modo a que esta troca de plataforma compense financeiramente.

A ERC está actualmente a fazer um estudo sobre o futuro da TDT, tendo o presidente, Carlos Magno, concentrado as audições aos três operadores generalistas, e já pediu um parecer técnico a um especialista externo. "Mais do que analisar os erros do passado, interessa perceber com esse estudo o que se pode fazer a partir daqui", afirmou Carlos Magno há dias, citado pela Lusa, acrescentando que o trabalho "pretende resultar num parecer com uma perspectiva da diversidade na oferta de conteúdos".

Já em Abril deste ano, num parecer sobre um estudo da Anacom acerca da TDT, a ERC defendeu a "necessidade quer do alargamento da oferta de televisão gratuita no mux A, quer da concessão dos restantes mux que o espectro disponível ainda comporta [e que a PT recusou, já depois de o concurso de exploração lhe ter sido entregue, por a empresa ter a sua própria oferta de TV paga, o MEO], como elemento fundamental do desenvolvimento e competitividade da TDT".

SIC e TVI querem HD

A SIC e a TVI estão entretanto atentas às possíveis movimentações na oferta gratuita da TDT. Depois de terem visto entrar o Canal Parlamento na grelha a 3 de Janeiro, os dois operadores privados fazem agora contas sobre como ocupar o espaço restante. A SIC foi a primeira a dirigir-se à ERC para questionar o regulador sobre se a licença que detém desde 1990 serve para emitir em sinal de alta definição (HD) - começou por ser um sinal analógico, é digital desde há dois anos.

O conselho regulador da ERC respondeu que a licença existente não determina o tipo de tecnologia em que a emissão é emitida, pelo que a resposta foi positiva. A SIC questionou também a Anacom, e, ao que o PÚBLICO apurou, ainda não obteve resposta.

A intenção dos dois operadores é passarem a fazer emissões em alta definição. O problema do mux A, gratuito, é precisamente a capacidade para albergar canais: não há espaço para todos emitirem em alta definição, nem sequer haverá espaço para RTP1, SIC e TVI terem todas emissões em HD. Estava, aliás, previsto um só canal em HD. A pretensão da SIC e da TVI de emitir em HD será uma estratégia para ocupar o espaço disponível, impedindo assim a entrada de mais operadores.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Dom 15 Set 2013 - 15:53

CM escreveu:SIC e TVI querem mais canais TDT

Estação de Carnaxide também pretende emitir em alta definição (HD)

SIC e TVI querem alargar a sua oferta na TDT. O canal de Carnaxide ambiciona ainda emitir em HD (alta definição).

"Como é público, a RTP gostava de ter a RTP Informação e a RTP Memória em sinal aberto. Mas também a SIC e a TVI. Recebi uma carta do presidente executivo da Impresa [dona da SIC], Francisco Pinto Balsemão, com sugestões para a TDT. E outra de Rosa Cullell, administradora da Media Capital [detém a TVI], com propostas muito detalhadas", conta ao CM Carlos Magno.

O presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social confirmou ainda ao CM que tem havido encontros com o ministro da tutela, bem como com a Autoridade das Comunicações (ANACOM).

Desde que assumiu funções no Governo que Miguel Poiares fala no aumento do número de canais na TDT. "Há canais que estão excluídos no cabo", disse, na ocasião, na Assembleia da República. Fonte oficial da ANACOM confirmou ao CM "haver espetro disponível para mais sete a oito canais na TDT". Já no caso do HD (alta definição), o espaço disponível seria apenas para um.

Portugal, com apenas cinco canais na TDT: RTP 1, RTP 2, SIC, TVI e Canal Parlamento/ARTV, é o país da União Europeia com menos canais gratuitos em sinal aberto, segundo dados do Observatório Europeu (OEA). Dos 34 países analisados, o Reino Unido é dos que têm mais canais gratuitos, 71, mas Itália também não fica atrás e conta com 67.

A Europa tem até junho de 2015 para fazer a transição para o digital.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Nick Name em Dom 15 Set 2013 - 16:12

O processo da TDT é vergonhoso.

A PT obviamente vai fazer de tudo para barrar o crescimento da TDT...

_________________
avatar
Nick Name
Administrador

Mensagens : 8978
Data de inscrição : 29/12/2009
Idade : 25
Localização : Perereca da Vizinha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Jnpc em Dom 22 Set 2013 - 18:55

CM escreveu:Cofina quer canal em sinal aberto

Presidente do grupo afirma intenção em carta ao presidente da ERC

Paulo Fernandes quer um canal em sinal aberto na Televisão Digital Terrestre (TDT) e, preferencialmente, em alta definição (HD). O presidente do grupo Cofina, que detém o CM e a CMTV (canal exclusivo do MEO), garante que a empresa está em condições de "desenvolver um projeto credível e sustentado" em sinal aberto na TDT, "quer a nível de conteúdos, quer a nível da ‘expertise’ tecnológica".

Em carta enviada à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e à Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM), o empresário lembra que a CMTV, que criou 80 novos postos de trabalho, difunde diariamente entre 12 e 14 horas de produção própria, em HD, totalmente em português.

No documento, o gestor manifesta ainda "o desejo de concorrer a futuras concessões de alvará para televisão FTA [sinal aberto], no quadro da TDT", e compromete-se a apresentar "um projeto de interesse nacional, com qualidade técnica, privilegiando a produção nacional e a língua portuguesa".

Paulo Fernandes defende mais canais em sinal aberto e entende que só o "aparecimento de novas propostas poderá continuar a cativar o interesse do público e dos investidores publicitários". Neste contexto, afirma que a empresa é "penalizada na sua concorrência com os restantes grupos media de relevo, porque justamente não possui um canal" em sinal aberto, já que mais de 75% do investimento publicitário em Portugal é feito neste tipo de televisão.

Jnpc
Membro

Mensagens : 23326
Data de inscrição : 06/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Televisão Digital Terrestre (TDT)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum